Pular para o conteúdo principal

Figo / Figueira / Ficus luschnathiana







Origem: ambas as espécies ocorrem nas florestas estacionais e semideciduais, predominantemente nas proximidades de  riachos ou em capoeiras de solo úmido, ocorrendo em estado natural desde Minas Gerais e Espírito Santo até o Rio Grande do Sul, Brasil. 

Arvore de 5 a 16 metros de altura com tronco largo. Quando a arvore é velha as raízes ficam expostas parecendo grandes escoras basais.
A copa é globosa e densa de 8 a 25 m de diâmetro. 

Dicas para cultivo: Tem crescimento rápido e pode ser cultivada em todo o Brasil adaptando-se a climas temperados, subtropicais e tropicais onde a temperatura média é de 13 a 26 graus, resistindo a mínimas de até – 5 graus. pode ser plantada desde os 5 m acima do nível do mar até 1.650 m de altitude, apreciando índices de chuvas que variam de 770 a 2.500 mm anuais e bem distribuídos. Aprecia qualquer tipo de solo que seja profundo e tenha boa retenção de umidade. Ela vai bem sobre terrenos arenosos na beira de rios e em latossolo (terra vermelha) e o melhor pH para boa produção dos frutos deve estar entre 5,5 e 6,7. Começa a frutificar com 2 a 3 anos.

Mudas: As sementes são pequeninas e os frutos apodrecidos devem ser espalhados na superfície de jardineira (40 por 20, por 15 cm de altura) e coberta com fina camada de matéria orgânica peneirada. A germinação ocorre em 30 a 40 dias e é quase total e as plântulas são transplantadas para saquinhos individuais quando tiverem 10 cm de altura e o substrato deve estar úmido, e após replantadas as mudas devem ficar em plena sombra e ser irrigadas diariamente por mais ou menos 1 mês. Depois as mudas já podem ficar sob sol pleno quando em mais ou menos + 6 meses atingirão 30 a 40 cm de altura. O composto utilizado para os sacos individuais, deve ser feito com 50% de matéria orgânica bem curtida, 20 % de areia e 30% de terra.

Plantando: Plantar no espaçamento de 6 x 6 m entre plantas, abrindo covas com dimensões de 50x50x50 cm. O preparo se inicia reservando os 30 cm de terra da superfície para ser misturada com 6 pás de esterco bem curtido, 500 g de calcário, 600g de cinzas. Após a mistura estar homogenia, volta-se a terra no buraco e deixa curtir por 2 meses. A melhor época do plantio é nos meses de setembro a outubro. Irrigar generosamente uma vez por semana nos primeiros 2 meses e depois somente quando faltar umidade.

Cultivando: Fazer apenas podas de formação da copa e eliminar os galhos que nascerem na base do tronco. Adubar com composto orgânico, pode ser 6 kg composto orgânico + 50 gr de N-P-K 10-10-10 dobrando essa quantia a cada ano até o 3ª ano, depois manter essa adubação. A irrigação na época de floração e frutificação aumenta consideravelmente a produtividade e qualidade dos frutos.

Usos: Frutifica nos meses de outubro a fevereiro. Os frutos são consumidos in-natura e são muito saborosos. Também podem ser utilizada na forma de sucos, geléias e sorvetes. A arvore não deve faltar em seu pomar de delicias e na arborização urbana, pois seus frutos atraem e alimentam dezenas de espécies de pássaros.










Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Marroio / Marroio-Branco / Hortelã-da-folha-grossa / Marrubium vulgare

Magnolia Amarela / Michelia champaca / Flores Aromáticas Perfumadas

A Magnolia amarela tem uma das mais belas flores de cor alaranjada, brilhante e delicada. Cresce em zonas tropicais e subtropicais, como uma árvore de tamanho médio, pode ser cultivadas em ambientes fechados, e em vaso grande, transformando sua casa em um oásis confortante.
Esta árvore é mencionada em contos populares da Índia como a personificação da Deusa Lakshmi, que aumentar a riqueza da família.
Uma única flor, relativamente pequena, enche o ar com aroma delicadamente doce. Em uma noite quente e úmida, o cheiro pode facilmente ser apreciado a vários metros de distância. Plantar uma Magnolia faz da sua casa um doce lar.
Suas flores são tão perfumadas que são usadas na confecção de aromatizantes e perfumaria.
O chá de suas folhas é indicado para casos de infecções na garganta, enquanto a casca – recolhida e então seca, antes de ser utilizada de qualquer maneira, é dita como tendo funções diuréticas e tônicas. O óleo obtido através do esmagamento de suas sementes – que nascem de duas em …

Coentro da Amazonia / Coentro do Pará / Coentro-Bravo / Coentro do Maranhão / Chicória da Amazônia / Chicória-Brava / Culantro / ERYNGIUM FOETIDUM